AçõesAnálise de riscoAvaliação de empresasCriptomoedasEducação financeiraEmpresasEstratégias de investimentoInvestimento em açõesInvestimentos

O que a ação do SEC contra a Coinbase significa para os aconselhadores financeiros?

A terça-feira viu a Comissão de Valores Mobiliários e Valores Mobiliários entrar com um processo contra a gigante criptomoeda Coinbase, alegando que a empresa funcionava como um intercâmbio não registrado, corretor e agência de compensação. Este desenvolvimento pode ter um forte impacto na paisagem de consultoria de investimento, especialmente para aqueles que administram e aconselham sobre ativos digitais. Portanto, os consultores de investimento precisam entender o que isso significa para seus negócios e clientes.

A SEC está assumindo uma postura inflexível ao fazer com que as empresas de ativos digitais cumpram as regulamentações financeiras tradicionais. Isso significa que os conselheiros não podem mais ignorar a influência crescente dos ativos digitais e devem se preparar para o aumento do escrutínio regulatório de suas relações com investimentos relacionados à criptomoeda, que é algo inevitável.

Esforço para determinar a incerteza e mudanças na prioridade do cliente.

Considerando a investigação da SEC, os consultores de investimento devem ser extremamente prudentes ao lidar com moedas digitais. Enfrentamos agora um maior risco de plataformas ou produtos de criptografia serem examinados, o que pode colocar os investimentos de clientes em risco. Para proteger seus clientes e seus negócios, os consultores devem examinar minuciosamente o registro de empresas de criptografia, protocolos de conformidade e a transparência de suas operações antes de recomendar que seus clientes invistam.

O efeito de ondulação do processo pode ter como consequência uma alteração na atenção do cliente e desejo de investir nas criptomoedas. Algumas pessoas podem se mostrar cautelosas com as incertezas legais e ameaças potenciais, optando por não investir. Por outro lado, os clientes podem ver o aumento da fiscalização como um sinal de que a regulamentação está se tornando mais madura e pode ser considerado um bom desenvolvimento, o que pode reforçar o seu interesse em ativos digitais.

Leia Mais:   Questões surgem com a aquisição de Putnam pela Franklin Templeton sobre se a administração de bens da "velha guarda" pode ser expandida.

É fundamental que os conselheiros mantenham-se a par destas alterações em prol da satisfação do cliente e estejam preparados para se ajustarem às mudanças, prestando aconselhamento e direção informados aos clientes baseados nos desenvolvimentos mais recentes.

É importante considerar as regras e os riscos jurídicos. Compreender as leis e regras é essencial para se livrar de responsabilidades ou penalidades.

Os conselheiros devem se preparar para cumprir normas mais rigorosas deliberadas pela SEC. Portanto, eles terão que verificar novamente seus programas de conformidade para garantir que eles atendam às particularidades dos ativos digitais.

Incluir a capacitação aprimorada dos funcionários, a publicação de avisos de risco atualizados e o mantimento de registros mais exigentes pode ser necessário. Ficar à frente destas exigências e assegurar a conformidade é essencial para os consultores de investimento a fim de preservar seus negócios e clientes.

A ação judicial da SEC contra a Coinbase pode indicar um aumento dos perigos legais para os conselheiros financeiros. À medida que as normas regulatórias em torno de ativos criptográficos se tornam mais pronunciadas, os consultores podem enfrentar um grande risco de serem acionados judicialmente, caso não sigam essas expectativas de maneira adequada. Este processo pode ser um prenúncio de outras ações de execução no mundo das criptomoedas, que não se limitarão às casas de câmbio, abrangendo também outros fornecedores de serviços, como os consultores financeiros.

Examinação das possibilidades comerciais existentes

Embora esses desafios possam ser apavorantes, existem também potenciais oportunidades para aqueles que trabalham como conselheiros de investimento. À medida que as diretrizes regulatórias relacionadas aos ativos digitais se tornarem cada vez mais claras, pode haver um aumento na adoção por parte das instituições. Isso abrirá mais chances para aqueles consultores que tenham um amplo conhecimento em relação à legislação e ao mercado de ativos digitais.

Leia Mais:   SikurPhone é um smartphone idealizado para os milionários que possuem Bitcoin.

A ação da SEC contra a Coinbase é um marco significativo para o setor de ativos digitais, dando a entender que as criptomoedas estão se aproximando cada vez mais da regulamentação financeira tradicional. Esta mudança apresenta desafios e possibilidades para os profissionais de investimento, que devem ter uma postura ativa e bem informada para viver em meio a esta cena em constante transformação.

Não importa o que aconteça com o processo, a ideia é clara: a fase de regulamentação ambígua para bens digitais está se encerrando. Conselheiros de investimento devem ficar atentos, ajustar-se e estar preparados para fornecer o melhor aconselhamento possível aos seus clientes na nova era de investimento em bens digitais.

A Coinbase está expandindo sua política de repressão ao staking de produtos criptográficos, à medida que os Estados Unidos aumentam os esforços para parar essa prática.

Steve Larsen é o criador da Defi Steward, onde ele ajuda as pessoas que trabalham com investimentos a manter os ativos digitais em segurança para seus clientes. Além disso, ele é co-fundador da designação Certified Digital Asset Advisor.

Back to top button