AçõesAnálise de riscoArtigosAvaliação de empresasConceitos básicosEconomia globalEducação financeiraEmpresasEstratégias de investimentoFinanças pessoaisInvestimento em açõesInvestimentos

A pesquisa indica que os esforços de persuasão da opinião pública no ESG não estão sendo bem-sucedidos.

A maioria dos americanos mantém uma postura similar quanto ao ESG (Investimento Socialmente Responsável) como o ano passado, o que pode indicar que a batalha entre “wokeness” não está produzindo grandes alterações nas percepções dos investidores.

Segundo os resultados divulgados pelo Gallup na segunda-feira, aproximadamente um terço dos 1.000 adultos norte-americanos inquiridos em abril informaram estar pelo menos um pouco familiarizados com investimento em meio ambiente, social e governança, um aumento de 1% em relação aos números de 2022.

Cinquenta e nove por cento das pessoas afirmaram que não tinham ideias a respeito da ESG, enquanto 22% as aprovavam e 19% as desaprovavam. Entre aqueles que tinham conhecimento sobre ela, 36% eram a favor, 35% contra e 29% não tinham opinião definida, de acordo com os dados da Gallup.

Para a investigação, o políster definiu a ESG como “questões, tais como o compromisso de uma organização em relação aos direitos humanos, ao meio ambiente, à diversidade ou a outros princípios sociais” que são levados “em conta ao escolher produtos e serviços ou ao realizar investimentos”.

Gallup distinguiu entre “fatores financeiros” e elementos de ESG (medida ambiental, social e de governança), que difere do modo como muitos proponentes visualizam o tema. Os fatores de ESG são frequentemente vistos como dados usados para fundamentar as decisões de investimento. Quando tais elementos são considerados financeiramente relevantes, um fundo não necessariamente pode ser considerado uma estratégia ESG, mesmo que utilize tais fatores, juntamente com outros dados financeiros tradicionais. Quando eles são aplicados de forma significativa, tais como em fundos que se concentram em fontes de energia renováveis, as estratégias podem ser qualificadas como “sustentáveis” ou “socialmente responsáveis”.

Leia Mais:   Sentimos muito por informar que há cães denominados "Bitcoins".

No entanto, os entrevistados foram mais rigorosos ao avaliar o uso de fatores ESG (ambientais, sociais e de governança) nos investimentos em planos de aposentadoria. Quando perguntado se as companhias de fundos devem “somente considerar fatores financeiros, incluindo retornos de investimentos históricos” ou “levar em consideração fatores ESG além de fatores financeiros”, 48% se posicionaram pelo primeiro, enquanto 41% pelo último, e 11% sem opinião.

A norma recentemente implantada pelo Departamento de Trabalho, a qual está relacionada a tais fatores no que se refere aos planos de aposentadoria, concede aos fiduciários a liberdade para utilizar dados do ESG na análise geral de riscos e retornos, mas não exige que os planos sejam obrigatoriamente incluídos ou mesmo tomados em conta.

Resultado:A Gallup descobriu que a afiliação política raramente é um fator na compreensão das pessoas sobre ESG, mas tem influência sobre sua opinião a respeito.

Apesar de a maioria dos republicanos (63%), independentes (58%) e democratas (53%) possuírem posições neutras em relação ao ESG, 5% dos republicanos viam o assunto de forma positiva, em comparação com 20% dos independentes e 45% dos democratas. Por sua vez, 2% dos democratas expressaram oposição aos fatores ESG, enquanto 32% dos republicanos e 21% dos independentes relataram o mesmo, de acordo com Gallup.

A empresa anunciou que os líderes e empresas que abraçam a ESG como investimento alegam que isso é uma maneira de reduzir os riscos, enquanto provendo benefícios sociais. Por outro lado, aqueles que defendem a política afirmam que o sistema foi criado para buscar objetivos progressivos às custas dos acionistas, e muitos estados tem legislação que luta contra o ESG. Apesar da política sendo um fator detectável nos dados do Gallup, ela não parece ser o que mais influencia nas perspectivas do público em relação ao ESG.

Leia Mais:   As empresas de seguros recebem pressão dos acionistas quanto à proteção de petróleo e gás.

Back to top button